Usuários do Mercado Livre e OLX são lesados por golpe de clonagem no WhatsApp

A armação tem como ponto de partida as informações publicadas em anúncios em plataformas do OLX e Mercado Livre, que normalmente pedem um telefone ou e-mail para que os interessados no produto entrem em contato com o vendedor. Os criminosos aproveitam essa brecha para pegar o número do anunciante, tentar enganá-lo e assumir o controle de seu WhatsApp.

Ao pegar o número de telefone online, o criminoso liga ou envia uma mensagem via WhatsApp fingindo ser a plataforma em que o usuário criou o anúncio, dizendo ser necessário enviar um código de confirmação que chegará via SMS para terminar o cadastro. Esse código, na verdade, é o autenticador de duas etapas do WhatsApp da vítima, a última peça necessária para o golpista clonar a conta. Como todo o processo acontece em tempo real, pessoas desatentas acabam acreditando na história e perdendo acesso ao aplicativo.

Assim como outros golpes de engenharia social, a peça-chave para o crime é a desatenção do usuário. A OLX comentou o assunto e disse que não pede informações pessoais por telefone, WhatsApp ou SMS para autenticar a publicação de anúncios. O Mercado Livre não se pronunciou, mas todo o processo de criação de posts do serviço também acontece dentro da plataforma, sem a necessidade de falar com agentes externos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *