Google apresenta computador quântico

Equipamento faz em minutos cálculo que processador clássico levaria 10 mil anos; IBM diz que há exagero

A Casa Branca elogiou o Google por um grande avanço, chamado de “supremacia quântica”, pelo qual um computador quântico levou a cabo um cálculo que está além da capacidade dos supercomputadores mais poderosos da atualidade.

Computadores tradicionais armazenam dados em bits que assumem valores 0 e 1. Por sua vez, a computação quântica é baseada em um princípio chamado “superposição”: isso significa que um bit quântico (ou qubit) pode assumir os valores 0 e 1 ao mesmo tempo.

Isso não é exatamente intuitivo, mas é uma das características da física quântica. “O universo opera fundamentalmente em um nível quântico, mas os humanos não o percebem dessa maneira”, explica Sundar Pichai, CEO do Google, em comunicado. “Na verdade, muitos princípios da mecânica quântica contradizem diretamente nossas observações superficiais sobre a natureza.”

Como os qubits podem armazenar mais informações que bits tradicionais, um computador quântico é capaz de analisar múltiplas soluções para um mesmo problema ao mesmo tempo. Os pesquisadores do Google dizem que essa tecnologia enfim superou um computador tradicional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *